Powered by Spearhead Software Labs Joomla Facebook Like Button

Livraria Pedro Cardoso quer lançar um livro por mês em 2017

A Livraria Pedro Cardoso (LPC) pretende, em 2017, lançar um livro a cada mês e ter a diáspora como a “grande aposta”.“O balanço do ano de 2016 é extremamente positivo. Conseguimos alcançar todas as metas estabelecidas, sendo uma delas a edição de 15 livros sobre a literatura e investigação académica de vários autores cabo-verdianos”, indicou, em entrevista à Inforpress, o director da LPC, João Spencer.

 

 De entre os livros dados à estampa pela LPC, destacou “O Partido  Único em Cabo Verde”, de Humberto Cardoso, “Cabo Verde Janelas de  África: 1975 -2015”, de Corsino Tolentino, “Desenvolvimento Local: As  dinâmicas dos actores sociais no contexto cabo-verdiano” de António  de Jesus, “A Ponte de Kayetona” de Eurídice Monteiro, “Cultura    Audiovisual em Cabo Verde” de Mário Vaz Almeida.

 E ainda “Percursos Identitários e Estéticos na Literatura Cabo-verdiana”  de Fátima Fernandes, “O Escravo” de José Evaristo D`Almeida, “RI E  BOM PA Saudi” de Olavo Varela Cabral e o “Manduco” de Pedro  Cardoso.

 Para além de editar livros, a livraria foi palco de várias actividades  organizadas pela casa e por outras entidades da sociedade civil, que  vão desde conferências, debates, lançamentos, exposições, saraus  culturais e assembleias-gerais de associações, entre outras.

 João Spencer avança que para este ano a aposta da Livraria Pedro Cardoso vai continuar a ser a edição de livros, promoção de debates sobre temas de interesse nacional e a internacionalização das publicações e dos escritores cabo-verdianos.

A livraria Pedro Cardoso foi criada a 25 de Julho de 2014.

 

Fonte : Expresso da Ilhas